quarta-feira, 10 de abril de 2019

Secretaria da Cultura promove oficina permanente de elaboração de projetos em Ilhéus

Foto: Clodoaldo Ribeiro

Com o objetivo de promover uma ampla participação da categoria artística no Edital Demanda Espontânea e demais editais que serão lançados pelo Estado da Bahia, a Secretaria Municipal da Cultura (Secult) promove uma oficina de elaboração de projetos e consultoria no preenchimento do FAP – Formulário de Apresentação de Projetos, a partir do próximo dia 15 de abril, todas as segundas feiras, das 9 às 11 horas, além de orientação para a prestação de contas de projetos executados pelos proponentes de Ilhéus.
O secretário municipal da Cultura, Pawlo Cidade, explica que a oficina é um processo de orientação que irá abordar concepção, conceito, justificativa, metas, cronogramas e roteiros de execução, além dos erros mais comuns em projetos culturais. “A proposta é discutir desde a criação até o orçamento do projeto. A princípio será na sede da Secult, no auditório Sosígenes Costa, depois partiremos para outros espaços”, destaca.
Técnicos da Secult Ilhéus também, oferecem consultoria aos artistas para o preenchimento dos formulários dos editais, em dois períodos, todas as quartas-feiras, manhã e tarde. A participação nas oficinas é gratuita e a inscrição é feita no local.

- Data: abril 10, 2019 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit

Funceb lança Projeto Se Mostra Interior com inscrições abertas até 11/05



A Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa) em parceria com o Teatro Gamboa Nova,  traz pra Salvador o projeto Se Mostra Interior. A ação envolve espetáculos de teatro, dança e circo. 

Para selecionar os grupos, a Funceb lançou, na última quarta-feira (27) uma convocatória pública com a curadoria artística do Teatro Gamboa. O Pouso das Artes - residência artística da Funceb, vai hospedar até 14 pessoas durante os dias de apresentação.

O projeto vai trazer obras provenientes de cidades do interior da Bahia, contemplando, prioritariamente, os seis macroterritórios do Estado.

“A expectativa é que o Se Mostra Interior possa criar esse estreitamento entre os artistas do interior e a nossa capital e, especialmente, com o Teatro Gamboa Nova que tem essa política de pauta gratuita e repasse da bilheteria para os artistas”, comenta o Coordenador de Teatro da Funceb, Wanderley Meira.

Ao longo do projeto serão lançados seis espetáculos de artes cênicas envolvendo teatro dança e circo. Além de seis obras de artes visuais selecionadas para compor a capa da programação impressa que o teatro distribui mensalmente como estratégia de divulgação da programação.
  

A mostra ficará disponível de julho e dezembro deste ano. Sendo que o último final de semana de cada mês será reservado para apresentação dos espetáculos. Serão, no mínimo, duas apresentações de cada espetáculo (sábado e domingo), de acordo com os horários da programação regular do teatro.
 Acompanhe o site da Funceb para mais informações: www.fundacaocultural.ba.gov.br.  


- Data: abril 10, 2019 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Mostra de Cordel e Feirinha Popular são sucesso na Tenda TPI

Foto: Haísa Lima


Na noite da última sexta-feira (29) o Teatro Popular de Ilhéus promoveu sua primeira “Mostra de Poesia Popular de Cordel”, que recebeu uma grande plateia no espaço externo da Tenda. Integrado ao evento ocorreu também a “Feirinha Popular de Produtos Regionais”, onde 13 expositoras ofereceram produtos artesanais e gastronômicos para o público.

O evento começou às 18 horas, com entrada franca e classificação livre, e teve o objetivo de incentivar a expressão da literatura popular e de cordel em nossa cidade e na região e incentivar a economia criativa. Os presentes puderam testemunhar um encontro inédito de poetas cordelistas da nossa região em performances declamadas de cordel para o público. A mostra contou com a presença do professor e poeta Lourival Piligra numa exposição oral sobre o reconhecimento da Literatura de Cordel como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro, e na sequência ocorreu uma homenagem a Minelvino Francisco dos Santos, grande nome da poesia de cordel em nossa região e na Bahia.

Outra presença ilustre foi a do poeta Gilton Thomaz, que além de declamar cordel de sua autoria também expôs suas cachaças saborizadas artesanais com doses a preço popular. Também esteve presente a Mestre Janete Lainha, que declamou diversas poesias e expôs seus cordéis e xilogravuras para o público. Na ocasião foi feito ainda o lançamento do cordel O Encontro de Helena com o Sereio, de autoria de Alessandra Simões e Franklin Costa. Além deste, outros cordéis estavam disponíveis para venda, e ainda poderão ser adquiridos nos próximos eventos do TPI.

A atração musical da noite ficou por conta do Grupo 4° Compasso, formado por jovens oriundos da Filarmônica Capitania dos Ilhéos e que tem a proposta de resgatar gêneros brasileiros tradicionais e principalmente nordestinos como o Chorinho, o Baião, o Xote, o Maxixe, o Frevo, o Maracatu e misturar tudo isso com gêneros urbanos. Outra atração especial foi a dupla de dança composta por Aldenor Garcia e Fernanda Carolina, que apresentou um número de forró ao som de solo de sanfona.

Enquanto isso, a Feirinha Popular de Produtos Regionais, que teve o objetivo de incentivar o empreendedorismo individual e a economia criativa regional e colaborativa, recebeu as seguintes expositoras artesãs: Arte com Amor; Beth CriArts; Ateliê Aparecida Santos; Casa de Barro; Botica Potira; Bazar das Comadres; Fabrine Borda; Kinha Artesanatos; Lanjuly Design; Fina Flor Estilo; e ainda na área gastronômica: Dona Gula; Fazenda Porto Esperança; e Gostosuras do Maurício.

O Teatro Popular de Ilhéus é uma instituição cultural mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo que custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.


- Data: abril 04, 2019 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit

Tenda TPI divulga programação de abril

Foto: Haísa Lima


 O Teatro Popular de Ilhéus abre o mês de abril com dois espetáculos para os finais de semana da primeira quinzena. Nesta sexta-feira (05), às 20 horas, a Tenda recebe mais uma exibição do espetáculo “Carranca: da proa do barco para o palco”. O ator Gilberto Morais, da Cia. de Teatro Mistura, de Ibotirama/BA, interpreta Zé das Carrancas, personagem pitoresco e engraçado que canta e declama seus versos e rimas sobre a magia das carrancas - esculturas de madeira que ficavam nas proas dos barcos dos pescadores com o objetivo de espantar os maus espíritos, afugentar mal olhado e proteger os barqueiros. A montagem tem participação especial de Cabeça Isidoro na ambientação musical. A sessão tem classificação 14 anos, será acessível em Libras e contará ainda com a presença de alunos do IF Baiano Uruçuca, trazidos pelo projeto de formação de público “O IF Baiano te leva ao teatro”, mediado pela professora e atriz Iara Colina.

Na semana seguinte, dia 14 (domingo), às 19 horas, a Tenda TPI recebe o espetáculo de dança “Líquidxs”, produzido pelo Coletivo Rachas. Segundo as criadoras, a montagem surgiu “a partir do anseio de falar sobre as questões que nos atravessam e do desejo de criação desde o nosso lugar enquanto mulheres artista”. O espetáculo é a primeira ação micropolítica do coletivo, que tem como proposta trazer provocações acerca dacisheteronomatividade enquanto padrão que expropia corpos, subjetividades e suas (r)existências. “Líquidxs” é uma ação de dança que retrata a partir do lugar de cada uma das criadoras as percepções de mulher e a relação com o CIStema patriarcal, pensando a arte como uma grande ferramenta para a educação e para a (r)existência, com perspectiva teórico-prática da decolonialidade para a criação artística e nas formas de ser e estar em cena. O evento tem classificação 18 anos.

Localizada na Av. Soares Lopes, a Tenda TPI é uma das principais opções culturais para os finais de semana ilheenses. Os ingressos dos eventos pagos podem ser adquiridos na Livraria Papirus (parceira da Tenda TPI), no site do TPI (www.teatropopulardeilheus.com.br/programacao) ou na própria bilheteria do evento por R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). O TPI lembra ainda que aqueles que não têm direito à meia-entrada podem adquirir o Cartão Fidelidade TPI, que por apenas R$ 25 anuais dá o direito à meia entrada em todos os espetáculos da companhia.

O Teatro Popular de Ilhéus é uma instituição cultural mantida pelo programa de Ações Continuadas de Instituições Culturais – uma iniciativa da Secretaria de Cultura da Bahia com recursos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo que custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada.


- Data: abril 04, 2019 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit

quinta-feira, 28 de março de 2019

Show que revive sucessos da década de 80 agita Ilhéus neste sábado


Três nomes de sucesso da década de 1980 se juntam para um show memorável, neste sábado em Ilhéus, no espaço de eventos Boca du Mar, a partir das 22 horas. O público poderá reviver as canções que agitaram a época, com o show “De Volta aos Anos 80”.
Com organização de Beto Produções, o show trará para Ilhéus um dos criadores da famosa versão da canção homônima do italiano Umberto Tozzi “Eva”, Wille Oliveira (ex- Rádio Táxi), que se transformou em um sucesso nacional e resiste ao tempo.
A apresentação contará também com a participação do grupo Yahoo, talvez a mais romântica das bandas de rock brasileiras, que liderou as paradas de sucesso com canções como “Mordida de Amor”, música que emociona, transforma e embala.
A presença do ex-vocalista da banda LS Jack, Marcus Menna, enriquece o repertório com canções especiais da década que consolidou o rock brasileiro. A banda ficou conhecida por canções que marcaram época, como “Amanhã não se Sabe”.
Beto Produções destaca que o show será realizado na parte coberta do Boca du Mar. “Teremos mesas, cadeiras e garçons para melhor conforto do público, por isso os ingressos serão limitados”, avisa o organizador do evento.
Os ingressos estão à venda no Manga Rosa e Stand do Karioca, em Ilhéus. Em Itabuna, as vendas antecipadas ocorrem na loja Colcci do Shopping Jequitibá Itabuna e no Cadê Ingressos, na praça Camacã, centro da cidade.

- Data: março 28, 2019 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit

Coletivo de artistas de Ilhéus participa do maior festival de Teatro do Brasil



O Coletivo Saladistar Produções, sediado há dois anos em Ilhéus, participa do Festival de Curitiba 2019 (Fringe), realizado de 26 de março a 7 de abril. Nesta edição, o festival receberá mais de 370 espetáculos nacionais e internacionais.  O grupo representa o teatro ilheense com o espetáculo de Teatro Lambe-lambe "A Mulher Árvore", apoiado pela Secretaria de Cultura de Ilhéus por meio do edital Artes na Rua.
"A Mulher Árvore" é um espetáculo curto de formas animadas, encenado em um teatro lambe-lambe, também conhecido como o menor teatro do mundo. A proposta é dialogar com a arte contemporânea feminista em uma produção sutil, provocativa e acessível para todas as idades.
Segundo Juma Mascarenhas, diretora do espetáculo, "é importante sensibilizar a todas e todos sobre a necessidade das mulheres se autoconhecerem para, durante este processo, poderem lutar pela sua liberdade pessoal e social." A estreia do espetáculo no festival acontecerá nesta quarta-feira, 27 de março, marcando as comemorações do Dia Internacional do Teatro.
Para saber mais sobre a participação do Saladistar no Festival de Curitiba, acompanhe o Coletivo no seu perfilinstagram.com/saladistar
- Data: março 28, 2019 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit

terça-feira, 26 de março de 2019

Edital de apoio a projetos culturais está com inscrições abertas em Ilhéus


A Secretaria Municipal de Cultura de Ilhéus (Secult) recebe, até o dia 28 de novembro, as inscrições para o Edital Demanda Espontânea – Apoio a Projetos Culturais em todas as áreas artístico-culturais contempladas pela Lei Municipal nº 3.949/2018. Podem participar pessoas jurídicas de direito privado que exerçam atividades na área cultural com valor limite de R$ 10 mil e pessoas físicas, maiores de 18 anos, com valores até R$ 5 mil.
O apoio financeiro concedido poderá ser de valor inferior ao apresentado pelo proponente na proposta original, conforme indicação justificada da Comissão de Análise de Projetos (CAP). “É preciso democratizar e descentralizar as ações culturais. O edital Demanda Espontânea cumpre esse objetivo, quando permite que todas as categorias artísticas participem da seleção”, destaca o prefeito de Mário Alexandre.
Serão aceitas propostas de qualquer natureza, exceto residência artística e formação em outros estados ou no exterior, nos termos da resolução; ações continuadas de instituições culturais; propostas de obras em edificações quer seja de qualificação, reforma ou restauro. As propostas estarão sujeitas ao calendário de reuniões da CAP.
Comissão de avaliação - A CAP será formada por cinco membros, podendo ser ampliada de acordo com o número de propostas inscritas, composta por pessoas da sociedade civil e do poder público. Na formação da comissão, será considerada a atuação nas áreas do edital e experiência em projetos ou gestão cultural. Os membros serão nomeados pelo secretário municipal da Cultura e publicada em portaria pelo prefeito, no Diário Oficial do Município.
Terá como atribuições a avaliação de projetos, de acordo com os critérios indicados no edital e convidar proponente para esclarecimentos adicionais, presencialmente, caso seja necessário, através de comunicado via e-mail ou contato telefônico.
“Este é um edital de fluxo contínuo, ou seja, estará aberto quase o ano todo, possibilitando mais oportunidades aos produtores de apresentarem seus projetos. Iremos fazer alguns encontros ao longo do ano para orientar os artistas. Os proponentes devem estar atentos às reuniões do CAP, pois cada projeto só poderá ser analisado anterior às reuniões e realizado 60 dias após a aprovação”, assinala o secretário da Cultura, Pawlo Cidade.

Maiores informações podem ser obtidas através do e-mail demandaespontanea2019@gmail.com, ou presencialmente, sempre às quartas-feiras, das 8 às 11 horas, e das 14 às 17 horas. O edital pode ser encontrado no link: https://bit.ly/2HS0Kox
- Data: março 26, 2019 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit