segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Ilhéus cria Mapas Culturais em parceria com o Ministério da Cultura



O programa Mapas Culturais já está no ar em Ilhéus. Trata-se de um software livre para mapeamento colaborativo e gestão da cultura que contribui para qualificar a gestão pública, promover mais eficiência e sua atualização frente às novas tecnologias da informação e comunicação. O sistema é alimentado pelo poder público que insere na plataforma informações sobre os espaços, eventos, agentes e projetos que são geridos ou organizados por ele; e pela sociedade que pode se autodeclarar agente de cultura na plataforma e cadastrar seus espaços, eventos e projetos através do endereço eletrônicohttp://ilheus.ba.mapas.cultura.gov.br/. Para isso, bastar clicar em “entrar”, cadastrando login e senha.

O Mapas Culturais foi criado pelo Instituto Tim em parceria com o Ministério da Cultura. “Entramos em contato com o governo federal para inserir o município de Ilhéus numa rede própria de articulação e visibilidade dos agentes culturais locais”, informou o gestor cultural, Pawlo Cidade. Do ponto de vista da gestão, “além de dar visibilidade às ações, grupos, artistas e produções culturais a plataforma possibilita melhor planejamento, monitoramento e avaliação mais precisa das políticas públicas de cultura. É um canal de fortalecimento da articulação local e territorial”.
O gestor cultural afirmou ainda que todas as informações são publicadas em tempo real, sem passar por moderação. “Por possibilitar que agentes culturais participem do mapeamento, divulguem suas atividades e construam redes, a ferramenta articula agentes culturais, instituições governamentais e a sociedade para trabalhar de forma colaborativa”, ressaltou.
Com Mapas Culturais, dados sobre agentes culturais, atividades e locais relacionados à cultura de Ilhéus ficam reunidos na plataforma. A partir da ferramenta é possível criar agenda cultural ampla, acessar o registro completo dos produtores e espaços culturais do município e contatar produtores culturais. "Dessa forma, o programa contribui para elaborar políticas públicas na área da cultura, ao mesmo tempo em que mapeia, reúne e oferece à população de forma simplificada informações sobre eventos e agentes culturais na cidade". 

Secretaria de Comunicação Social  - Secom (foto divulgação Secom Ilhéus)
- Data: agosto 14, 2017 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit

0 comentários:

Postar um comentário