quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Funceb divulga residência artística e exibe vídeos do Grafias Eletrônicas na 7ª Flica


A 7ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) acontece de 5 a 8 de outubro, na histórica cidade de Cachoeira, e a Fundação Cultural do Estado da Bahia participa da programação gratuita realizada pelo Governo do Estado.

A Coordenação de Literatura da Diretoria das Artes (Dirart) da Funceb leva pra o evento vídeos do projeto Grafias Eletrônicas, de 5 a 7, de 9 às 20h, na Casa Educar para Transformar; e promove uma mesa-redonda com escritores, que irão tratar do tema Residências artísticas: o impacto criativo na vida dos artistas da palavra, no dia 7 de outubro, sábado, das 10 às 12h, na Sala Multiuso da Casa Educar para Transformar.


Sobre a residência artística no Instituto Sacatar, na Ilha de Itaparica, Deisiane Barbosa, Luciany Aparecida, Marielson Carvalho, Tom CorreiaAugusto Albuquerque e cinco novos residentes do Sacatar abordarão tópicos como processo criativo, convivência com moradores e outros artistasmodos de produção.

Renata Dias (Diretora Geral da Funceb), Lia Silveira (Diretora das Artes) e Karina Rabinovitz (Coordenadora de Literatura) estarão presentes também, apresentando e tirando dúvidas sobre o Edital de Residência Artística para Escritores no Instituto Sacatar 2017.

Esta programação faz parte das ações de divulgação do Edital, com lançamento para última semana de setembro, “uma vez que ainda há um distanciamento e até um desconhecimento em relação às residências artísticas e ao Instituto Sacatar, por parte dos artistas da palavra da Bahia”, considera Karina Rabinovitz, coordenadora de Literatura da Funceb.

Grafias Eletrônicas - Um conjunto de 20 vídeos, do projeto Grafias Eletrônicas, será divulgado na Flica. Os filmes foram gravados por artistas da palavra da Bahia, com suas obras. O objetivo do projeto, que foi realizado através de uma parceria entre a Funceb e o Irdeb, é criar um espaço contemporâneo para a difusão dos artistas da palavra e da literatura baiana, através do diálogo com o audiovisual.

A Mostra dos vídeos do projeto Grafias Eletrônicas reúne textos gravados pelos seguintes autores(as)/obras: Alex Simões (poema desfacetado), Allan 'DuSanto' Santana (Macumbas Day), Amós Heber  (Meu primeiro amor), Ana Mariano (Exílio), Edgar Torres (Hábito Noturno), Clarissa Macedo (Panorama), Cléber Eduão (Carranca), Danielle Andrade (Pássaro), Davi Nunes (cabeça de Eternit).

E, ainda, de: Deisiane Barbosa (Prenúncio),  Dênisson Padilha Filho (trecho da novela Eram olhos enfeitados de sol), Denisson Palumbo (Carnamaisvalias), Fernandinho Borges (Vende-se um homem), Flávia Vasconcelos (A cor dos meus olhos), Geraldo Lavigne de Lemos (a minha voz), Goli Guerreiro (trecho do romance Alzira está morta – ficção histórica no mundo negro do Atlântico), Nildão (algo mais), Laura Castro (trecho do romance O armarinho), Rosana Paulo (Ecos de uma louca), Saulo Dourado (Terra Terrível).

0 comentários:

Postar um comentário