terça-feira, 19 de setembro de 2017

Inscrições para Seminário “Gestão, conselho e políticas culturais” seguem até segunda-feira



Mais de 200 agentes culturais já se inscreveram para o Seminário “Gestão, conselho e políticas culturais: o lugar da cultura na gestão pública” que será aberto às 18 horas do dia 29 deste mês, com diversas apresentações da área. Após a formação da mesa, a socióloga Cláudia Sousa Leitão, ex-secretária de Cultura do Estado do Ceará, vai proferir a palestra “O papel estratégico da economia criativa nas políticas públicas da cultura nos municípios”. A inscrição é online e será encerrada na próxima segunda-feira (25).


De acordo com a programação, no sábado (30), a partir das 8 horas, inicia o processo de credenciamento, seguido de palestra do advogado Alessandro Fernandes de Santana que falará sobre “Economia da cultura e desentendimento”. A mediação será feita pelo presidente do Fórum de Agentes, Empreendedores e Gestores Culturais do Território Litoral Sul (Faeg-Sul), Victor Aziz. Às 11 horas ocorre outro debate “Pontos de cultura para além do cultura viva”, por Cris Alves, do Iteia/Bahia, Lula Dantas, da ACAI e Pedro Jatobá, do Iteia/Pernambuco. Os trabalhos serão mediados por Kuka Mattos, assessor de relações institucionais da Fundação Cultural da Bahia.

Já à tarde, o cientista político mineiro e um dos criadores do Sistema Nacional de Cultura, Bernardo da Mata Machado irá falar sobre “O papel social e transformador dos Conselhos de Cultura”, com mediação do presidente do Conselho Estadual de Cultura de Andaraí, Emílio Carlos Tapioca. Depois, a coordenadora regional do Sebrae e especialista em economia criativa, Claudiana Figueiredo irá abordar “Cultura e desenvolvimento na perspectiva da economia criativa”, mediada pela articuladora cultural de Canavieiras, Maria Áurea de Souza, vice-presidente do Faeg-Sul e participação de Alexandre Simões, superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura da Bahia.

Ainda à tarde, os trabalhos seguem por Roberta Brandão, da Assuc/Bahia e Danyelle Pimentel, do Crie/Ilhéus que vão abrir a primeira roda de conversa com o tema “Acessibilidade cultural”, com mediações de Cris Alves, de Salvador. À noite, na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, acontece o espetáculo “Os fuzis da Senhora Carrar”, com ingresso a preços populares.

Domingo, dia 1º de outubro, acontece pela manhã outra roda de conversa “Redes colaborativas”, com a participação de Pawlo Cidade, curador do seminário e Rosa Rasuck, da Companhia de Circo-Teatro Capixaba. A mediação será feita pelo professor Fernando Reis, coordenador do curso de especialização em gestão cultural da Uesc. Em seguida, mais uma roda com Márcio Ângelo, produtor cultural de Juazeiro, Romualdo Lisboa, diretor do Teatro Popular de Ilhéus e André Rosa, presidente da Academia de Letras de Ilhéus conversam sobre o tema: “Cultura, a cereja do bolo?”, mediados pelo poeta Samuel Mattos.

À tarde, o seminário será encerrado com a palestra “Cultura como elemento estratégico no Plano de governo”, ministrada pelo gestor e consultor de políticas públicas e ex-secretário da Identidade e Diversidade Cultural do MinC, Américo Córdula. Na palestra Córdula também irá falar sobre consórcios culturais, apresentando cases de sucesso no sudeste do país.

O seminário é iniciativa da Comunidade Tia Marita, em parceria com a Secretaria de Cultura de Ilhéus, Faeg-Sul e Córdula Responsabilidade Social e Cultural, com apoio institucional do Iteia, Ilhéus FM e Phoenix Eventos. O patrocínio e apoio cultural são do Sebrae e da Universidade Estadual de Santa Cruz.

0 comentários:

Postar um comentário