quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Banda de Boca, Matita Perê e Cinho Damatta e Luiza Britto são atrações do evento em homenagem ao mestre Dorival no Teatro Sesi


Pérolas Caymmi é o título da quarta edição do Sarau Memorial Troféu Caymmi, que volta na terça-feira (4 de dezembro), às 20 horas, ao palco do Teatro Sesi - Rio Vermelho, com arranjos especiais para a música do mestre apresentados por artistas da MPB baiana. O quinteto vocal Banda de Boca, o grupo Matita Perê e a dupla formada por Cinho Damatta e Luiza Britto, pai e filha, são os responsáveis por abrilhantar a edição.
Além dos artistas citados, o reenomado contrabaixista Ivan Bastos também subirá ao palco para acompanhar Cinho e a filha. O show tem direção artística de Fernando Marinho e produção do Coletivo Caymmi, capitaneado por Tuca Morais, que assina a coordenação e aprodução.
Morais é o idealizador do Troféu Caymmi (1985 - 2007), revelador de grandes talentos da música baiana e brasileira. O espetáculo é uma extensão dos saraus que o produtor vinha realizando em sua casa, na Graça, após ter transformado a sala do imóvel em um Memorial do Troféu Caymmi. Lá está abrigada uma das histórias mais expressivas da nossa música plural, através dos mais diversos acervos (fotográfico, fonográfico, audiovisual, jornalístico, publicitário, além de documentos valiosos que ratificam a grandeza desse patrimônio) de artistas, técnicos e eventos que foram revelados e homenageados pelo projeto.
O Troféu Caymmi – um guardião da memória do mestre – incentivou a profissionalização de toda a cadeia produtiva musical; estimulou as empresas privadas e o Estado a investir na cultura e nas artes em geral despertando nos artistas e técnicos a necessidade de profissionalizarem seus espetáculos; contribuiu para a formulação de políticas culturais no Estado, despertou o público para a valorização da “prata da casa”; potencializou o turismo, além de muitas outras contribuições.
De acordo com Morais, os saraus, que tiveram uma pausa de dois meses, voltam a ocorrer mensalmente, sempre com artistas que participaram das edições do troféu. Em cada edição, artistas de um gênero musical, a exemplo da axé music, da MPB e do instrumental, darão a sua interpretação à obra do mestre Caymmi, cuja morte completou dez anos em 16 de agosto.

foto: João Alvarez
- Data: novembro 28, 2018 / Por: Antônio Melo | Comente!  Edit

0 comentários:

Postar um comentário